Notícia em destaque

TOP 10: As 10 mais lidas da semana (20/05/2019 a 24/05/2019)

O Mercado Contábil disponibiliza "As 10 mais Lidas da Semana". O período da lista é de  ((20/05/2019 a 24/05/2019)) e sua ordem é definida automaticamente.

CARREIRA: Resumo do livro “Trabalhe 4 horas por semana” de Timothy Ferris

Já pensou em ganhar mais e trabalhar menos? Pois esse é justamente o objetivo proposto pelo escritor, empresário, investidor e palestrante norte-americano Thimothy Ferriss em seu livro “Trabalhe 4 horas por semana: Fuja da rotina, viva onde quiser e fique rico”.

Lançado em 2007 nos Estados Unidos, o livro de Ferriss rapidamente se tornou um bestseller nos EUA e no mundo e alcançou a posição nº 1 tanto no mais famoso jornal do país, o The New York Times, quanto no respeitado Wall Street Journal. Como afirma o autor na contracapa, o livro é um “guia para um novo estilo de vida”.
Isto é, o que Ferriss propõe aos seus autores é uma série de dicas e ensinamentos para que aprendam como render mais em menos tempo no trabalho. Além disso, o empresário explica a sua trajetória profissional e mostra como, de 40 mil dólares por ano em 80 horas de trabalho por semana, ele passou a ganhar 40 mil dólares POR MÊS trabalhando apenas 4 horas por semana.
Quer saber tudo sobre o livro “Trabalhe 4 horas por semana”, de Thimothy Ferriss? Confira o resumo completo que fizemos desse livro para você!
Veja abaixo:

Introdução

O livro é muito fácil de ler e apresenta linguagem simples, além de diversas passagens divertidas e citações que ajudam a fixar as ideias propostas por Ferriss. Pelo título “Trabalhe 4 horas por semana”, é muito comum que os leitores desconfiem do objetivo proposto pelo autor, mas ao longo da leitura você pode mudar de opinião, já que o empresário e palestrante norte-americano sabe explicar muito bem o que você pode fazer para trabalhar pouco e ganhar muito mais.
Afinal, quem é que não quer mais tempo para viajar, ficar com a família, praticar esportes, ou seja lá o que você deseja fazer nesse tempo livre, não é mesmo?
Então, vamos lá!

Capítulo 1: Antes de mais nada

Dividido em 3 partes (1.1 – Faq – Leiam isso, céticos; 1.2 – Minha história e porque você precisa deste livro; e 1.3 – Cronologia de uma patologia), o primeiro capítulo do livro explica a proposta de Ferriss para os seus leitores. Isto é, explica porque você pode, sim, trabalhar apenas 4 horas e ser muito bem sucedido na carreira e qual a importância do livro escrito por ele na vida de quem já se acostumou a trabalhar muito sem ganhar uma remuneração tão recompensadora assim.
  • Em “1.1 – Faq – Leiam isso, céticos”, o autor se dedica exclusivamente a responder perguntas comuns que você pode fazer antes de ler o livro, como “Será que eu devo abandonar o meu emprego atual?” ou “Corro riscos?”, entre outras.
  • Já no segundo subtítulo “1.2 – Minha história e porque você precisa deste livro”, o empresário explica como abandonou a vida de “workaholic” (viciado em trabalho) cortando todas as coisas que eram desnecessárias em sua vida.
  • No terceiro subtítulo “1.3 – Cronologia de uma patologia”, por sua vez, Ferriss conta a história de vida dele, já que o livro é bastante autobiográfico e narrado a partir das experiências próprias do empresário. O objetivo é mostrar que você não precisa ter nascido rico ou ser genial para começar a ganhar mais.

Capítulo 2: D De Definição

Separado em 4 partes (2.1 – Advertências e comparações; 2.2 – Regras que mudam as regras; 2.3 – Desviando dos tiros; e 2.4 – Zerar o sistema), o segundo capítulo de “Trabalhe 4 horas por semana” é composto pelas experiências pessoais de Ferriss e dicas para que você deixe de ser uma pessoa que trabalha 8 horas, ou mais, por dia.
  • Em “2.1 – Advertências e comparações”, o empresário norte-americano explica, principalmente, a importância de traçar os seus objetivos com clareza para que consiga conquistá-los. É nessa parte específica do livro que Ferriss propõe que você deixe de trabalhar para os outros e faça com o que os outros trabalhem por você.
  • Já no segundo subtítulo deste capítulo, “2.2 – Regras que mudam as regras”, o autor questiona os atuais padrões impostos pela sociedade, as “regras”, e deixa uma série de perguntas para que você responda.
  • No terceiro e quarto subtítulos, “2.3 – Desviando dos tiros e 2.4 – Zerar o sistema”, Ferris continua seguindo a linha de raciocínio do subtítulo anterior e comenta sobre o “medo paralisante” e o medo de perder e não dar certo, bem como procura fazer com que você entenda que é a própria sociedade quem alimenta as crenças limitadoras.

Capítulo 3: E De Eliminação

Dividido em 3 partes (3.1 – O fim do gerenciamento do tempo; 3.2 – A dieta pobre em informação – Cultivando a ignorância seletiva; e 3.3 – Interrompendo as interrupções e a arte da recusa), o terceiro é um dos capítulos mais interessantes do livro.
No primeiro subtítulo, Ferriss explica como você pode passar a ganhar mais trabalhando no mesmo emprego, caso você goste do que faz atualmente, e ajuda a repensar se o que você faz é realmente importante.
  • Em “3.2 – A dieta pobre em informação”, o autor explica como informação demais pode ser algo completamente inútil, como as redes sociais podem tomar o seu tempo de forma desnecessária e de que forma o leitor pode ser mais produtivo no trabalho. No último subtítulo, Ferriss explica a “arte da recusa”. Isto é, o empresário fala sobre como é importante que o leitor aprenda a dizer “não” quando é necessário a fim de conquistar mais produtividade em menos tempo.

Capítulo 4: A de Automação

Composto por 4 subtítulos (4.1 – Terceirizar a vida; 4.2 – Receita em piloto automático I; 4.3 – Receita em piloto automático II; e 4.3 – Receita em piloto automático III), o quarto capítulo de “Trabalhe 4 horas por semana” faz uma comparação entre o mercado norte-americano em relação ao mercado da Índia. Talvez esse seja o capítulo menos interessante para os brasileiros, já que a nossa estrutura de mercado é completamente diferente.
Mesmo assim, nos 4 subtítulos estão informações importantes sobre como o leitor pode terceirizar as suas ações no dia a dia a fim de lucrar muito mais, ao mesmo tempo em que trabalha muito menos. A dica principal de Ferriss é para que você automatize tudo o que for possível e encontre uma fonte de renda que não demande tanto tempo.

Capítulo 5: L de Liberação

Dividido em 5 partes (5.1 – Ato de desaparecimento; 5.2 – Irremediável; 5.3 – Miniaposentadorias; 5.4 – Preenchendo o vazio; e 5.5 – Os 13 principais erros dos Novos Ricos), o quinto capítulo do livro de Ferris é composto por dicas sobre o que o leitor pode fazer para “desaparecer” do trabalho e ter muito mais tempo livre; sobre como a ideia de aposentadoria no fim da vida é uma furada e continua com os questionamentos sobre os padrões da sociedade.
Em “5.4 – Preenchendo o vazio” e “5.5 – Os 13 principais erros dos Novos Ricos”, o autor fala sobre o sentimento de vazio e sobre como superar os principais erros que o leitor pode cometer quando tem hábitos exagerados e improdutivos, que prejudicam a sua vida profissional e financeira, impedindo-o de lucrar mais em menos tempo.

Capítulo 6: O último capítulo

Enfim, neste último capítulo de “Trabalhe 4 horas por semana”, Ferriss cita o poema de uma menina que tinha uma doença mortal e, com isso, incita os leitores para que reflitam sobre como eles têm, realmente, aproveitado o seu tempo.
Um trecho do poema Dança Lenta:
“[…]A vida não é uma corrida
Vá devagar.
Ouça a música
Antes que ela acabe[…]”

Informativo gratuito: 
E então, essas dicas o ajudaram? Clique aqui e assine grátis nosso informativo e acompanhe as nossas publicações em primeira mão!
E-gestor

Parceiros apoiadores:
 
Eventos Apoiadores 
  
Lista completa de eventos. Clique aqui

Comentários

Site desenvolvido por: Lojista Integrado: Soluções em vendas Presencias e OnLine. Teste Grátis