Notícia em destaque

Semana Fiscal Federal (19/11/2018 a 23/11/2018)

Como ficarão os concursos públicos para 2019?

Jair Bolsonaro foi eleito o próximo presidente do Brasil. Com a chegada do fim do ano, aumentam as expectativas pela realização de novos concursos públicos em 2019. De acordo com os especialistas em economia e professores, uma transição de governo, independentemente da corrente ideológica, sempre gera cautela em relação a concursos públicos. No entanto, não há motivo para desesperos. Os concursos têm de acontecer e devem continuar acontecendo, é o que afirmam os especialistas.

O corte de concursos públicos não depende, de acordo com eles, de uma decisão involuntária dos chefes de governo. Tudo depende do cenário econômico e das necessidades pela demanda de novas funções em cada área pública.
Segundo Amanda Aires, embora o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, não concorde com a realização de novos concursos públicos, vai haver demanda de novas vagas em função das características de aposentadoria, pois mais pessoas estão se aposentando, inevitavelmente. Confira o gráfico abaixo:


Veja, a seguir, pontos a serem considerados no futuro governo em relação aos concursos públicos:
 As contratações de pessoal para a administração pública estão ligadas ao desempenho das contas públicas. O resultado das contas públicas tem melhorado desde 2016, com exceção da Previdência Social, que será uma prioridade do governo Bolsonaro;
• As aposentadorias têm aumentado cada vez mais em relação ao número de ingressos nos órgãos públicos;
• Se houver redução no número de concursos públicos, o novo presidente apenas poderia tirar concursos relacionados ao Executivo Federal;
• Os poderes têm independência e orçamento próprio. Portanto, o chefe executiva não tem ingerência para decisões que envolvem os demais poderes;
• A conjuntura econômica do novo governo também serve para estados e municípios, mas não está diretamente ligada ao fato de Jair Bolsonaro ter sido eleito;
• A autorização de concursos não depende apenas do Executivo. A suficiência de vagas depende da suficiência de recursos;
• Em relação a concursos da área judiciária, tribunais não fazem parte do Executivo Federal. A única sujeição que os tribunais têm em relação ao Executivo é o teto de gastos.


Confira abaixo os concursos com solicitação de concursos protocolada no Ministério do Planejamento: 



Curso de Contabilidade Tributária
VALOR: R$ 99,90 10 VÍDEOAULAS. FORMA DE PAGAMENTO 

Comentários

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07