Notícia em destaque

Novos Sistemas Redesim diminuem o tempo de abertura das empresas

Brasília -  Já está disponível, no portal da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), uma consulta à base  do Cadastro Nacional  de Pessoa Jurídica (CNPJ)  que pode ser feita por nome empresarial, nome fantasia, UF e situação cadastral.

Cupom fiscal ou nota fiscal eletrônica: qual é melhor para o meu negócio?

É muito comum as pessoas confundirem cupom fiscal e nota fiscal eletrônica. Mas se você é empresário e utiliza, muitas vezes os dois, precisa saber as diferenças de cada um deles para evitar dores de cabeça com o fisco.

Existem diferenças entre cupom e nota, principalmente quando o empresário deve cumprir com obrigações tributárias com seu estado.
Acompanhe neste post, as vantagens, diferenças entre cupom fiscal e nota fiscal eletrônica, a fim de analisar qual é a melhor opção para o seu negócio.

O que é o cupom fiscal e para que serve?

cupom fiscal é um documento emitido para apresentar informações de compra ao consumidor final do comércio varejista. É emitido pelo Emissor de Cupom Fiscal, mais conhecido como ECF, por meio de impressoras fiscais e serve para apresentar os seguintes dados:
  • Compra ou venda de produtos;
  • Descrição dos itens;
  • Valor dos itens;
  • Local, data, hora;
  • Valor de pagamento e, se houver, o valor do troco recebido pelo cliente.

E a nota fiscal eletrônica, para que serve?

A nota fiscal eletrônica é um documento eletrônico que objetiva facilitar a fiscalização e o controle das vendas de varejistas para consumidores de forma totalmente eletrônica, rápida e segura.
A NF-e simplifica as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco.

Quais são as diferenças entre nota fiscal eletrônica e cupom fiscal?

cupom não tem validade fiscal para troca de produtos, por exemplo, e é emitido por um emissor que requer também um equipamento próprio para impressão do documento.
Já a nota fiscal eletrônica é mais completa, onde consta todos os dados do consumidor, descrição dos produtos e é emitida eletronicamente por um emissor de documentos eletrônicos, como o da Sibrax, possui validade fiscal para prestação de contas.

Qual é o melhor para o meu negócio?

É importante destacar que é preciso verificar a obrigatoriedade no seu estado, se o que vale é a nota ou o cupom, principalmente quando o documento é direcionado ao consumidor final. Nesse caso a mais apropriada é a NFC-e, nota fiscal eletrônica ao consumidor.
A maioria dos estados brasileiros já implementaram ou estão em processo de implementação da nota fiscal eletrônica, devido as suas vantagens, maior controle de informações e validade fiscal. Analise e escolha o que atender a legislação do seu estado.
Lembre-se que para emitir as notas fiscais eletrônicas é necessário adquirir um software emissor de notas, que é fundamental para se adequar a essa modalidade.

Comentários

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07