Notícia em destaque

Novos Sistemas Redesim diminuem o tempo de abertura das empresas

Brasília -  Já está disponível, no portal da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), uma consulta à base  do Cadastro Nacional  de Pessoa Jurídica (CNPJ)  que pode ser feita por nome empresarial, nome fantasia, UF e situação cadastral.

Como fazer a Declaração Anual do MEI 2018

Empresários que estejam inscritos na modalidade MEI têm até o dia 31 de maio para entregar a declaração anual. Embora seja simples e prático de ser feito, muitas pessoas ainda se perguntam como fazer a Declaração Anual do MEI. A boa notícia é que tudo pode ser feito online.

A declaração anual do MEI também é conhecida pela sigla DASN-SIMEI (Declaração Anual do Microempreendedor Individual – Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais de Tributos do Simples Nacional para Microempreendedores Individuais). O nome completo pode parecer algo muito complexo, mas ele existe para facilitar a sua vida.

O que é a Declaração Anual do MEI?

A Declaração Anual do Microempreendedor Individual é um momento de prestação de contas dos contribuintes à Receita Federal. Assim como as Pessoas Físicas precisam declarar o Imposto de Renda, as Pessoas Jurídicas inscritas sob uma empresa do tipo MEI precisam anualmente declarar qual foi o seu faturamento.

Todo o procedimento é feito via internet, por intermédio do Portal do Empreendedor. Essa é a mesma página na qual você emite as guias para recolhimento mensal. Portanto, trata-se de um ambiente com o qual provavelmente você já está identificado. Como já foi dito, a ideia do Sistema MEI é a de simplificar a vida dos empresários.

Passo a passo da Declaração Anual do MEI

Passo 1: acesse o Portal do Empreendedor e, do lado direito da tela, escolha a opção “Já Sou”. Em seguida, vá em “Serviços”, “Faça sua declaração anual de faturamento” e depois em “Enviar declaração”.




Passo 2: preencha o campo do CNPJ da empresa e os caracteres de segurança, conforme solicitado.



Aqui você terá duas opções: a declaração “Original” e a “Retificadora”. A primeira é a que você deve escolher. Se você já tiver feito a declaração e desejar apenas corrigir algum problema, então selecione a segunda.




Passo 3: em seguida, selecione a opção do ano anterior – neste caso, 2017 – para fazer a Declaração Anual.



Passo 4: você deve preencher o campo “Valor da Receita Bruta Total”, informando qual foi o faturamento da sua empresa no ano anterior. Para isso, é preciso somar o valor de todas as notas fiscais emitidas. A recomendação é que você faça essa soma mês a mês, para facilitar o trabalho. Você pode seguir este modelo no Portal do Empreendedor.



Passo 5: por fim, ao concluir o preenchimento da DASN-SIMEI, você poderá imprimi-la ou guardar uma cópia digital. O documento será enviado à Receita Federal e você terá acesso ainda ao comprovante de entrega da Declaração Anual.

Prazo termina em 31 de maio

A Declaração Anual do MEI é obrigatória para todos os microempreendedores dessa modalidade e tem um prazo limite para ser entregue: até as 23h59 do dia 31 de maio de 2018. Se você não entregar a declaração dentro do prazo, poderá fazê-la depois, seguindo o mesmo passo a passo, mas haverá a incidência de multa.

O valor mínimo da multa é de R$ 50 ou 2% ao mês-calendário. Portanto, evite dores de cabeça e tire um dia para organizar a sua documentação. Além do Portal do Empreendedor, você pode tirar as suas dúvidas sobre a Declaração Anual do MEI junto ao Sebrae pelo telefone 0800 570 0800. A ligação é gratuita.

Sage

Comentários

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07