Notícia em destaque

Câmara aprova reoneração com zeramento do PIS-Cofins para diesel

A Câmara dos Deputados aprovou no final da noite desta quarta-feira projeto que reduz neste ano a desoneração da folha de pagamento para 28 setores da economia. Os outros 28 grupos continuam com o benefício até o fim de 2020, quando a política se encerra. A proposta aprovada também prevê zerar, até o final deste ano, a PIS-Cofins que incide sobre o óleo diesel. A medida foi incluída no texto como um aceno aos caminhoneiros, que paralisaram as atividades em todo o País em protesto contra a alta no preço dos combustíveis.

Por que você precisa contratar mais mulheres se quer um negócio bem-sucedido?

A luta pela igualdade de gênero nunca esteve tão em evidência como no atualidade. Essa tendência pode ser percebida especialmente nas grandes empresas, como Google, Facebook e Yahoo, que apostam cada vez mais em um número maior de mulheres em seu quadro de funcionários. Contudo, por que contratar mais mulheres é uma decisão que vai além de ser meramente inclusiva ou igualitária?


Pesquisas têm mostrado que a participação do sexo feminino nas empresas pode tornar as companhias mais lucrativas. Apesar dos sinais evidentes que essa é uma boa decisão e dos avanços que vêm ocorrendo ao longo dessa década, ainda há muito o que se fazer para que os números se mostrem mais igualitários.

Um estudo da Peterson Institute for International Economics, que levou em consideração um banco de dados com mais de 22 mil empresas de capital aberto em 91 países, apontou que as empresas que aumentaram a presença de mulheres em até 30% em cargos de alta hierarquia perceberam um crescimento médio de 15% após as contratações.

Porém, o lado ruim da análise é o fato de que 60% das empresas pesquisadas não contam com mulheres em seus conselhos e o 50% das companhias não têm mulheres no ponto hierárquico mais alto. Na verdade, menos de 5% das empresas pesquisas têm hoje uma mulher como CEO – o que mostra que há muito espaço para crescimento.

Mulheres costumam ter a mente mais aberta
As mulheres são consideradas ótimas líderes pelo fato de serem mais compreensivas do que os homens, mas sem deixar de lado a firmeza necessária para uma liderança eficiente. Os estudos mostram que elas possuem mais empatia, ou seja, elas têm mais propensão a se colocar no lugar do outro, o que facilita o entrosamento entre os membros de uma equipe.

Na hora de sentar à mesa para uma negociação, essa característica torna elas mais propensas a entenderem aquilo que os clientes querem. Em resumo, atividades como entrevistas com consumidores e coleta de informações para análise e desempenho do negócio são funções às quais elas costumam se sair acima da média.

As mulheres estão em 80% das decisões de compra
Um estudo publicado pelo The Economist apontou que 80% das decisões de compra em países desenvolvidos são tomadas pelas mulheres. Esse alto percentual inclui compras online e até mesmo aquisição de aplicativos e jogos para celular. Ou seja, o poder decisório delas como consumidoras é altíssimo. E sabemos que em países considerados de “terceiro mundo” essa tendência também é fortíssima.

Com apenas homens na liderança de uma companhia, fica mais difícil identificar quais são os produtos que têm maior propensão a atingir em cheio o público-alvo. Se a maioria das pessoas que escolhem são as mulheres, nada melhor do que contratar mulheres para identificar com maior propriedade que tipo de produto o consumidor deseja.

Capacidade de atenção a mais de uma tarefa simultânea é maior
Obviamente, não se trata de sugerir que as mulheres fiquem sobrecarregadas de trabalho, não é isso. No entanto, é sabido que elas são mais organizadas e têm mais facilidade em desempenhar duas tarefas ao mesmo tempo do que os homens e isso é um ponto muito positivo em termos de produtividade. Assim, é possível fazer mais de uma tarefa por vez sem que haja comprometimento na qualidade final.

Além das tarefas em si, que serão bem executadas, esse comportamento frequentemente costuma funcionar como um referencial, um exemplo para que outras pessoas sigam os mesmos passos. Aproveite essa característica que elas têm e utilize mais esse diferencial em favor do desenvolvimento da sua empresa.

Atenção aos detalhes e ao planejamento
Por natureza, os homens costumam ser mais práticos naquilo que fazem, enquanto as mulheres são mais atenciosas e detalhistas. É por isso, por exemplo, que muitas linhas de montagem de fábricas que lidam com peças pequenas e delicadas costumam preferir mulheres no trabalho do que homens, justamente por essa característica.

Quando esse nível maior de detalhes é aplicado ao planejamento ou às finanças da empresa, se torna mais fácil encontrar itens para cortes de custo, a forma mais barata e eficiente de se aumentar o faturamento sem mexer, necessariamente, na infraestrutura da empresa. É por essa razão que elas tendem a gerar mais receitas com menos capital se comparadas aos homens.

Invista em uma nova cultura organizacional
A imposição nunca é o melhor caminho. Trazer mais mulheres para o mercado de trabalho é algo que requer um pouco mais de reeducação da cultura organizacional de uma empresa. As pessoas precisam se sentir confortáveis para compartilhar suas ideias e se despir de certos preconceitos sempre em prol da equipe.

As mulheres costumam ter uma percepção mais apurada sobre as pessoas e tendem a receber feedbacks de forma mais natural. Isso facilita a comunicação e a interação entre as equipes, proporcionando novas maneiras de se fazer as coisas com mais confiança para todos os envolvidos no processo.

Comentários

  

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07