Notícia em destaque

Novos Sistemas Redesim diminuem o tempo de abertura das empresas

Brasília -  Já está disponível, no portal da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), uma consulta à base  do Cadastro Nacional  de Pessoa Jurídica (CNPJ)  que pode ser feita por nome empresarial, nome fantasia, UF e situação cadastral.

Estudos de PDV: como escolher o melhor ponto de venda para o seu negócio

Saber como escolher o melhor ponto de venda pode ser um diferencial decisivo para o sucesso do seu negócio. Ainda há muitos ramos empresariais que dependem predominantemente de um ponto bem localizado, seja em relação aos concorrentes ou de maneira que possa se servir de um grande fluxo de pessoas.


Dessa forma, escolher onde exatamente instalar a sua empresa se torna um desafio. Não basta apenas encontrar um local com um bom preço de aluguel ou que disponha da metragem e da infraestrutura necessárias. É preciso principalmente levar em consideração aquilo que os seus clientes (ou futuros clientes) esperam, oferecendo comodidades como acesso facilitado, estacionamento nas proximidades, entre outros benefícios.

Abaixo, listamos alguns conselhos essenciais para que você possa escolher da melhor maneira possível onde ficarão as instalações da sua empresa:

1. Conheça o seu público-alvo

Esse é um dos aspectos mais importantes da escolha de um ponto comercial. Você precisa saber a que tipo de público o seu produto ou serviço se destina e, depois, de que maneira esse público pode entrar em contato com você. Por exemplo, se o seu trabalho é voltado para as classes mais populares, provavelmente estar perto de locais de grande circulação, como terminais de ônibus e estações de metrô pode ser uma ideia interessante. As regiões centrais, nesse caso, são mais propícias a atender esse perfil.

Por outro lado, pessoas de classes mais altas tendem a fazer as suas compras de carro e, nesse caso, vão dar preferência a um local que tenha estacionamento próprio ou que seja de fácil acesso para parar. Nesse caso, fugir das regiões centrais pode ser a alternativa mais interessante.

2. Analise o posicionamento da concorrência

Você já reparou que em algumas cidades existem determinadas regiões em que há uma grande concentração de estabelecimentos comerciais do mesmo tipo? Por exemplo, em São Paulo a Rua Santa Efigênia é uma referência para quem vai comprar produtos eletrônicos. Em Curitiba, a Rua Teffé é perfeita para quem vai comprar calçados, e assim por diante.

Essas aglomerações de comércios similares, em muitos casos, ajuda a fortalecer o setor como um todo e pode ser a melhor maneira de posicionar a sua empresa. Por outro lado, em regiões com baixa demanda, abrir uma panificadora perto de outra panificadora pode ser uma má ideia para você e para o seu concorrente, já que ambos terão que dividir um mercado mais exíguo.

3. Escolha bem o imóvel

São raros os casos em que o empreendedor consegue encontrar um imóvel perfeito para começar o seu negócio sem que haja a necessidade de fazer reformas mais elaboradas. Por conta disso, além de escolher onde a sua empresa vai ficar, é preciso estar ciente de em que condições o imóvel em questão precisará ficar para que você possa receber seus clientes.

Pesquise, por exemplo, quais são as reformas estruturais que precisam ser feitas e se existe a possibilidade de fazê-las. Se você depende de uma boa qualidade de conexão com a internet, verifique quantas operadoras atendem no local e como é a velocidade de conexão nos comércios da região. Questões como a segurança do local também devem ser levadas em conta.

4. Pense em médio e longo prazo

Outro aspecto que muitas vezes não é levado em consideração é a possibilidade de expansão. Se o seu negócio der certo, o imóvel em questão pode ser reformado ou ampliado para receber um maior número de funcionários ou clientes? Muitas vezes, pode ser mais interessante escolher uma alternativa que seja menos em conta, mas que ofereça mais perspectivas de crescimento.

Existem muitos casos de lojas que começam com uma área pequena e, depois de um certo tempo de sucesso, tentam ampliar as instalações, mas daí se dão conta de que isso não é possível, precisando mudar de endereço. A mudança de local pode impactar negativamente no fluxo de clientes, por isso pense também no médio e longo prazo antes de tomar uma decisão.

5. Esteja ciente de quais são os seus diferenciais

Imagine que você decidiu instalar a sua loja em uma determinada região, onde há outras lojas similares nas redondezas. Por qual motivo os clientes vão escolher a sua loja e não as demais? Você precisa ter a resposta para essa pergunta e lutar para que esse motivo seja um dos seus principais diferenciais.

Por exemplo, pode ser que você seja a loja mais barata; pode ser que o seu atendimento seja o mais personalizado; pode ser que a sua loja tenha mais promoções; ou ainda pode ser que a sua loja tenha as vitrines mais atrativas e a maior variedade de produtos. O motivo pode ser qualquer um desses, mas você precisa deixar claro para o seu consumidor o que eles podem encontrar no seu estabelecimento que dificilmente será encontrado nas redondezas.

Comentários

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07