Notícia em destaque

Recursos do INSS serão analisados de forma automática

Os recursos dos pedidos de aposentadoria vão começar a ser realizados de forma automática pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Uma nova análise é feita toda vez que o cidadão questiona a decisão do órgão e vai valer para as solicitações de aposentadoria por idade e tempo de contribuição e salário-maternidade.

8 tipos de sociedade em empresas

Conhecer os tipos de sociedade em empresas é importante para qualquer empreendedor.
Se você está em fase inicial do planejamento do novo negócio, talvez nem saiba que existem diferentes formas de se associar a outros empresários.
Então, a seguir, vamos entender melhor quais são os tipos de sociedade e como escolher a mais adequada para o seu caso.

O que é a sociedade em empresas


A sociedade empresarial no Brasil pode ser definida de maneira simples: pessoas que se reúnem para montar um empreendimento, de maneira profissional, com o intuito de comercializar bens ou serviços visando ao lucro.
Essencialmente, dividir uma empresa com um ou mais sócios quer dizer que vocês vão ter responsabilidades, ideias e um capital compartilhados. Dependendo da natureza do negócio, vocês oferecerão serviços ou produtos ao público. É aí que temos grandes diferenças.
É natural não saber escolher qual é o mais adequado entre os tipos de sociedade em empresas. Mas fique tranquilo: você vai terminar este artigo com uma noção bem melhor das opções para o seu empreendimento.

8 tipos de sociedade em empresas


Simples, Limitada e Anônima são algumas das sociedades mais conhecidas. Mas há várias outras possibilidades. A seguir, vamos conhecer oito tipos que podem ser considerados antes de começar um novo negócio:

1. Sociedade Simples


Aqui se encaixam as empresas mais básicas e que oferecem apenas serviços, constituídas por dois ou mais parceiros do mesmo ramo, que exercem a atividade-fim da companhia.
Qualquer empresa que tenha uma Sociedade Simples não está sujeita a um processo de recuperação judicial e não precisa ser registrada na Junta Comercial. Basta que o registro seja feito em um cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas.

2. Sociedade em Nome Coletivo

Essa modalidade prevê que apenas pessoas físicas façam parte da sociedade. Todos os sócios contam com responsabilidades ilimitadas.
Por outro lado, a administração da empresa deve ser obrigatoriamente feita pelos sócios, não podendo ser delegada a terceiros.

3. Sociedade Limitada

Quando falamos de Sociedade Limitada, nos referimos ao modelo de negócio em que cada um dos sócios entra com um investimento (não necessariamente equivalente) no capital social.
A participação de cada um na administração da empresa é proporcional a esse investimento.
Em caso de falência, observamos que o patrimônio dos associados pode ser preservado, evitando que todos tenham o mesmo prejuízo, já que não possuem o número similar de cotas na empresa.

4. Sociedade Anônima


No caso da Sociedade Anônima, temos o capital da empresa dividido em ações. São partes iguais e que limitam a ação dos sócios ou acionistas de acordo com o preço de emissão dessas ações.
A Sociedade Anônima requer ao menos dois sócios ou acionistas e deve ser voltada para o empresariado, com o objetivo de acumular capital.

5. Sociedade Comandita por Ações


É uma outra modalidade de sociedade por ação. A Sociedade Comandita por Ações tem um capital social que é dividido por cotas, mas apenas os sócios administradores, escolhidos previamente, possuem responsabilidade ilimitadasobre as funções sociais.
Em suma, o sistema é parecido com o da Sociedade Anônima, mas a responsabilidade só é ilimitada (e solidária) para os diretores, ainda que as ações deles tenham o mesmo valor que as dos demais sócios.
No caso de falência, os bens pessoais dos sócios diretores só são atingidos quando o capital social da empresa se esgota.

6. Sociedade em Comandita simples


Aqui há uma diferença sensível. Na Sociedade por Comandita simples, pouco utilizada atualmente, existem dois tipos de sócios: os comanditários e os comanditados.
Os comanditários entram apenas com o capital e não podem exercer cargos administrativos ou se envolver na função social da empresa. Já os comanditados colaboram tanto com capital quanto com a administração.
Outro ponto distinto é que a razão social da empresa só pode conter nomes de sócios comanditados. Caso algum sócio comanditário tenha seu nome no registro, sua responsabilidade passa a ser ilimitada, como sugere o papel de comanditado.

7. Sociedade Cooperativa


Consideradas como sociedades simples, as Cooperativas possuem natureza civil e não estão sujeitas à falência. O foco dessas empresas, no entanto, é de apenas prestar serviços para seus associados.
As Sociedades Cooperativas não possuem fins lucrativos e atendem a interesses comuns de um determinado grupo de pessoas. E sua gestão é inteiramente democrática, com participação integral e ilimitada de todos os associados.

8. Sociedade em Conta de Participação


Duas ou mais pessoas se unem nessa modalidade, que consiste em sócios participativos ou ostensivos. No entanto, a Sociedade em Conta de Participaçãonão possui personalidade jurídica autônoma.
O sócio ostensivo, que deve obrigatoriamente ser empresário, responde pela administração e utiliza o seu nome para executar a função social da empresa. O participativo, por outro lado, não tem responsabilidade jurídica. Antigamente, o sócio participativo era conhecido como sócio oculto. 

Vantagens e desvantagens de ter sócio na empresa


Agora que você já sabe quais são os tipos de sociedade em empresa, é bom considerar as vantagens e desvantagens de se ter um sócio.
Como essa é uma decisão muito séria, você precisa ter certeza que confia plenamente nos sócios, para que a relação não seja turbulenta e não afete a sua empresa. Defina bem o planejamento e os objetivos e escolha pessoais que se unem para essa sociedade.
Veja abaixo pontos positivos e negativos de uma sociedade:

Vantagens

  • Divisão de investimentos
  • Divisão de responsabilidades administrativas
  • Divisão na carga de trabalho
  • Base maior de ativos da empresa
  • Maior variedade de ideias e soluções
  • Complemento às suas capacidades
  • Mais experiência agregada.

Desvantagens

  • Divisão nos lucros
  • Atritos e divergências
  • Dissolução da sociedade
  • Dificuldade de entrar em consenso.

Comentários

Site desenvolvido e mantido por:

Clique aqui e crie seu Site ou Loja Vitual sem compromisso :: comercial@vendavirtual.site / WhatsApp (85)9.9630.6190 :: www.vendavirtual.site :: 08.174.771/0001-07