Notícia em destaque

Senado aprova Refis para optantes do Simples Nacional; projeto vai para sanção

O Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (13), o refinanciamento de dívidas de empresas optantes do Simples Nacional. De acordo com o texto, que havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados na semana passada, poderão ser parcelados os débitos vencidos até novembro de 2017.

PROFISSÃO CONTÁBIL: Qual o papel do Controller na gestão empresarial?

O cargo de Controller se tornou popular entre os profissionais de contabilidade e finanças, já que seu papel tem sido percebido como posição central dentro das organizações. 



Neste artigo você descobrirá quais são as atribuições da função, qual a sua importância dentro de uma organização, as habilidades exigidas e como esse profissional deve se preparar. Confira!

Afinal, o que é Controller?

Também chamado de gerente de controladoria, o Controller — termo em inglês para controlador — é o indivíduo responsável pela contabilidade gerencial, de alto nível, e atividades financeiras dentro de uma empresa.
É uma função relativamente nova no Brasil, veio dos EUA para cá acompanhando as multinacionais na década de 1960. A implantação dessa função em nosso território se deu com o propósito de realizar as práticas contábeis norte-americanas para o desenvolvimento e execução de um sistema de informação.
Desde então, a profissão foi ganhando um papel fundamental no gerenciamento das finanças empresariais, sendo que tal especialista costuma se reportar ao Diretor Financeiro (CFO) de uma organização. No entanto, essas duas posições podem ser combinadas em empresas menores.

Qual a importância do papel do Controller?

A função do Controller pode vir transversalmente com rotinas e impulsionada por processos de gestão financeira, principalmente relatórios contábeis periódicos. No entanto, também pode ser uma função desafiadora e interessante.
Os relatórios financeiros são apenas uma pequena parte entre suas responsabilidades. Isso porque esse profissional também pode ser responsável pelas finanças, impostos, planejamento estratégico e financeiro e aumento de parcerias comerciais de negócios.
Para gerenciar as funções administrativas de uma organização, um Controller executa muitas tarefas diferentes. Veja, a seguir, quais são essas funções e responsabilidades essenciais mais detalhadamente.

Assessoria Financeira e Executiva

O Controller serve como conselheiro, tanto para o departamento financeiro quanto para a liderança empresarial. Ele usa suas pesquisas, análises e experiência para:
  • desenvolver recomendações financeiras e de negócios;
  • fornecer feedback sobre o orçamento; e
  • ajudar a liderança em decisões financeiras fundamentais.
Tudo isso significa que o Controller tem um papel importante no crescimento econômico da empresa.

Relatórios Financeiros e Auditoria

Por ser responsável por monitorar a condição financeira de uma empresa, o Controller trabalha com auditores externos para garantir que padrões adequados de relatórios sejam utilizados.  Além disso, ele estabelece, monitora e reforça o controle interno sobre relatórios financeiros.

Aconselhamento sobre a Criação de Orçamento

Trabalhando com o departamento de finanças, o Controller utiliza análises financeiras e previsões para projetar e supervisionar a execução do orçamento da empresa. Seguindo os procedimentos de contabilidade gerencial, ele garante que o orçamento seja administrado corretamente, segue as diretrizes legais e fornece feedback sobre os custos.

Execução de análises financeiras

O profissional do qual estamos falando realiza análises financeiras regulares, identificando e gerenciando riscos por meio de pesquisa financeira, previsão econômica e de vendas. O Controller faz isso por meio da análise das vendas, do desempenho geral de uma empresa e do gerenciamento de seus dados financeiros.
As análises feitas pelo Controller são primordiais para ajudar a empresa na tomada de decisões.

Relatar resultados financeiros

Depois de executar as análises financeiras, o Controller é responsável por relatar as conclusões e trabalhar com a equipe de seu departamento e do executivo para tomar decisões financeiras. Isso pode envolver a realização regular da interpretação das finanças e entrega de relatórios precisos. Além da execução de relatórios de vendas, desenvolvimento e prática de apresentações.

Regular as taxações fiscais

Dentro de uma empresa o Controller também acompanha a legislação futura que possa impactar na tributação e nas operações. Esta obrigação inclui o monitoramento para riscos futuros e garante que leis, licenças ou requisitos operacionais sejam atendidos. Além disso, precisa reconhecer e adaptar-se a constantes mudanças econômicas e organizacionais.

Qual é o nível de relação do Controller na empresa?

Essa função pode ser ocupada por um colaborador que trabalhe diretamente dentro ou fora da empresa, ou por um consultor independente. A segunda opção costuma ser a escolha de empresas de pequeno a médio porte, as quais carecem de um departamento de gestão financeira.
À medida que a empresa vai ganhando mercado e o gerenciamento das finanças começa a ganhar maiores proporções, torna-se imprescindível que a função seja ocupada por um profissional capacitado. Assim, costuma ocorrer a transição de vínculo de tais profissionais, de independentes para efetivados dentro da organização.
A maioria das empresas possui um indivíduo no papel de Sênior Financeiro. Frequentemente, o título é dado a um dos diretores, outras vezes ao Controller propriamente dito. Mas, a diferença entre os dois é um pouco sutil, tornando difícil de entender quem faz o que.
Para explicar da forma mais simples possível, o Diretor “direciona” e o Controller “controla as finanças”.
Muitas organizações em crescimento não têm uma clara compreensão da diferença entre as duas posições. Além disso, elas negligenciam o valor que um Controller bem capacitado e experiente pode trazer para seu negócio.

Quais as habilidades necessárias a esse profissional?

Devido às suas responsabilidades para com as finanças de uma empresa, o Controller deve ter fortes habilidades quantitativas e talento para a comunicação escrita e oral. São pensadores estratégicos e analíticos, impulsionados por resultados que podem inovar e desenvolver soluções financeiras criativas.

Habilidades básicas

Dentre as competências básicas que os empregadores buscam nos Controllers existem algumas competências essenciais. Para aqueles que desejam exercer essa função, é importante que se concentrem no seguinte:
  • ampla experiência em finanças e contabilidade;
  • habilidade para gestão;
  • ser proficiente nos sistemas do Microsoft Office, como Excel, PowerPoint e Word; e
  • adquirir experiência em modelagem financeira.

Habilidades avançadas

Embora a maioria dos empregadores geralmente não exijam habilidades mais avançadas, os mais meticulosos podem incluí-las como competências desejáveis para a contratação de um Controller. Sendo assim, a adição das seguintes habilidades no currículo do contador pode ampliar suas opções na carreira:
  • pós-graduação;
  • experiência em empresa multinacional ou ter gerenciado grandes divisões;
  • sólida experiência em informática e alguma experiência com softwares de contabilidade;
  • experiência no gerenciamento de profissionais de alto nível;
  • experiência financeira específica na indústria do contratante;
  • conhecimentos sobre software de gestão SAP ou outros; e
  • proficiência em uma segunda língua, preferencialmente no inglês.

Quais habilidades precisam ser aprofundadas?

Sólida compreensão dos números

Somado às habilidades citadas acima, um Controller deve ter uma sólida compreensão de todas as funções de um típico departamento de contabilidade. Isso inclui contas a receber, contas a pagar, folha de pagamento e custos.
Mas o bom Controller não deve simplesmente demonstrar competência em procedimentos contábeis. Ele também precisa ser capaz de responder a perguntas difíceis e gerenciar outros funcionários em seu departamento financeiro.
Na verdade, a maioria dos Controllers possui mestrado em sua área ou em administração de empresas. E, é claro, são contadores devidamente registrados no CFC.

Conhecimento aprofundado de toda a função financeira

O profissional deve ter experiência necessária para manter todos os aspectos financeiros de uma empresa. Mesmo que ela já conte com um CFO, precisa sentir-se seguro para realizar negociações de contratos, apólices de seguros, revisão de faturas e reuniões com consultores fiscais e auditores.
Controllers com experiência em estabelecer e executar controles financeiros internos, dificilmente se intimidam quando convidados a intervir e ajudar com a administração de planejamento financeiro e relatórios.

Paixão pelos detalhes e capacidade de explicá-los

Uma das habilidades mais importantes de um Controller de sucesso é a capacidade de permanecer organizado. Eles têm que acompanhar tanta informação — muitas vezes em planilhas complexas — que uma organização detalhista e metódica é vital para tais profissionais.
Além disso, o Controller deve ser capaz de retransmitir informações difíceis e densas para a alta administração de forma precisa e fácil de entender. Por isso, dizemos que os gerentes de controladoria precisam ser bons em se comunicar. Só assim podem fornecer análises e pareceres valiosos à empresa.

A personalidade certa para se dar bem com os colegas de trabalho

É fácil se concentrar nas habilidades técnicas necessárias a um Controller. Porém, as habilidades de negociação, como capacidade de trabalhar em equipe, negociar com êxito e resolver conflitos são igualmente importantes.
Sobre esse profissional é depositada grande responsabilidade e ele precisa trabalhar com muitos departamentos em toda a organização. Portanto, precisa se encaixar bem em todas as equipes de uma empresa.

Qual é a formação acadêmica necessária?

Em geral, para exercer a função de Controller é necessário ser graduado em finanças, ciências econômicas, administração de empresas, contabilidade ou áreas relacionadas.
Mas, como foi dito, possuir uma especialização — pós-graduação lato ou stricto sensu — pode acrescentar conhecimentos mais sólidos e específicos à função. Isso se deve ao fato de os programas de pós-graduação, em sua maior parte, oferecerem disciplinas que envolvem:
  • ensino em economia;
  • contabilidade gerencial;
  • direito empresarial;
  • gestão financeira;
  • recursos humanos;
  • negócios internacionais; e
  • análise de orçamento e tributação.
Alguns empregadores preferem que o Controller tenha um mestrado em administração de empresas ou em áreas semelhantes. Esse tipo de especialização fornece um treinamento complexo em estratégia financeira e ajuda os indivíduos a desenvolver fortes habilidades de liderança.
O intuito de toda empresa é continuar crescendo, o que a torna mais complexa. Esse crescimento exige um parceiro estratégico no papel do Controller. Como você viu, tal especialista trará conhecimentos que conferem a ele a habilidade de liderança. Sua experiência pode ajudar uma empresa a avançar com seus negócios ou prepará-la para uma possível transição.
Gostou de descobrir o papel do Controller nas empresas? Então assine nossa newsletter e continue recebendo conteúdo para enriquecer seus conhecimentos sobre finanças e contabilidade!
BLB Brasil

    

Comentários